Seminário Cidades e Destinos Turísticos Inteligentes

tags

Quarta-feira, 19 Setembro, 2018

por: Ascom

São dois dias de palestras, painéis e workshops com profissionais reconhecidos internacionalmente

Foto: Click Estúdio Profissional

Começa nesta quinta-feira (20/9), no auditório JK da Prefeitura de Belo Horizonte, a partir das 8h30, o Seminário Cidades e Destinos Turísticos Inteligentes, um convite ao debate de políticas públicas e iniciativas de mercado voltadas para o tema. Voltado a todos os atores da cadeia produtiva turística e tecnológica, o evento inédito acontece também na sexta-feira (21/9), com participação de profissionais reconhecidos globalmente para dois dias de palestras, painéis e workshops. Cerca de 350 pessoas se inscreveram gratuitamente para os dois dias do Seminário. Além disso, mais 120 pessoas foram inscritas para os workshops. As inscrições estão esgotadas.
 
O conceito de cidades inteligentes (smart cities) se define pelo uso da tecnologia para melhorar a infraestrutura urbana e tornar os centros urbanos mais eficientes e melhores de se viver. Tais nomenclaturas levam em consideração tanto o nível de tecnologia adotada quanto a abrangência da mesma na cidade. Portanto, o seminário não é focado apenas no turismo, mas também abrange áreas como a arquitetura, urbanismo, sistemas da informação, administração, engenharias, artes plásticas, economia, direito, patrimônio e na educação, por exemplo.
 
“É com base nessa contextualização e atenta à agenda global que a Belotur, como órgão competente pelas políticas públicas e desenvolvimento das atividades turísticas em Belo Horizonte, busca estimular o debate crítico e o apoio à inovação que reforça o desenvolvimento resiliente e sustentável do turismo na capital mineira”, comenta Aluizer Malab, presidente da Belotur.
 
O seminário está dividido entre palestras e painéis, na parte da manhã, e workshops à tarde. O evento tem início com a conferência ‘Como gerenciar cidades para a vida? Medellín, um projeto coletivo’, de Jorge Pérez Jaramillo, responsável pelo Plano de Ordenamento Territorial de Medellín (2014-2027), conhecido como o ‘milagre de Medellín’.
Em seguida, acontece a apresentação do painel ‘Cidades Inteligentes’, com mediação de Stella Hiroki, consultora especializada na participação feminina para o desenvolvimento de cidades inteligentes. Estarão presentes na mesa Jorge Pérez Jaramillo; Thaís Nahas, idealizadora do Lab de Inovação Urbana Florianópolis e consultora na Intelink; e Bráulio Magalhães Fonseca, vice-chefe do Departamento de Cartografia da UFMG.
 
O primeiro workshop desta quinta-feira será ministrado por Stella Hiroki. Os inscritos serão divididos em seis grupos temáticos (Smart People, Smart Economy, Smart Governance, Smart Living, Smart Mobility e Smart Environment) e discutirão projetos a partir de suas experiências e ideias para aplicar a tecnologia de forma mais consciente em seu cotidiano urbano.
 
O segundo dia de programação contará com a palestra de Frederico de Arteaga Vidiella, Diretor de Planejamento do Grupo Jose Cuervo, da cidade de Tequila, no México. O tema é ‘Tequila, entre a inteligência tecnológica e não tecnológica’. Na sequência, acontece o painel ‘Destinos Turísticos Inteligentes’, com mediação da Danielle Fernandes Costa Machado, coordenadora do Curso de Turismo da UFMG e participação de Max Oliveira, Cofundador e CEO da MaxMilhas, Federico de Arteaga Vidiella, Germana Magalhães, do SEBRAE Nacional, e Rafael Sette Câmara, do 360 Meridianos.
 
Para fechar os trabalhos, acontece novo workshop ministrado por Danielle Machado, que vai abordar o e-turismo e a inovação no marketing de destinos turísticos inteligentes.  
 
Em tempo: o Seminário Cidades e Destinos Turísticos Inteligentes acontece no mês do Turismo e integra a programação da Organização Mundial do Turismo, que lançou um calendário especial georreferenciando as diversas iniciativas no mês de setembro. O dia mundial do Turismo é comemorado em 27 de setembro. Um homenagem a uma das mais importantes atividades econômicas da atualidade, pertencente ao setor terciário da economia. Essa data foi oficialmente estabelecida pela Organização Mundial do Turismo (OMT) no ano de 1980, logo após a implementação do seu estatuto.
 
PROGRAMAÇÃO
20/09 - Cidades Inteligentes
8h30 – Cadastramento e café de boas-vindas
 
9h – Abertura oficial - Maria Fernandes Caldas - Secretária Municipal de Política Urbana
 
9h30 – “Como gerenciar cidades para a vida? Medellín, um projeto coletivo" – Jorge Pérez Jaramillo, responsável pelo Plano de Ordenamento Territorial de Medellín (2014-2027), integrante do processo de transformação urbana que levou a cidade a ser considerada a mais inovadora do mundo em 2013.
 
10h30 – Painel “Cidades Inteligentes” – Mediação: Stella Hiroki, consultora com foco na participação feminina para o desenvolvimento de cidades inteligentes. Participantes: Jorge Pérez Jaramillo; Thaís Nahas, idealizadora do Lab de Inovação Urbana Florianópolis e consultora na Intelink; e Bráulio Magalhães Fonseca, vice-chefe do Departamento de Cartografia da UFMG.
 
12h – Almoço
 
13h30 às 18h – Workshop ministrado por Stella Hiroki - os inscritos serão divididos em 6 grupos (Smart People, Smart Economy, Smart Governance, Smart Living, Smart Mobility e Smart Environment) e discutir projetos a partir de suas experiências e ideias para aplicar a tecnologia de forma mais consciente em seu cotidiano urbano.
 
13h30 às 18h – Workshop ministrado pela professora e coordenadora do curso de Turismo da UFMG, Danielle Fernandes Costa Machado, sobre E-turismo e inovação no marketing de destinos turísticos inteligentes.
 
21/09 - Destinos turísticos inteligentes
8h30 – Cadastramento e café de boas-vindas
 
9h – Abertura oficial - Aluizer Malab - Presidente da Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte S/A - BELOTUR
 
9h30 – Palestra “Tequila, entre a inteligência tecnológica e não tecnológica” – Federico de Arteaga Vidiella – Diretor de Planejamento do Grupo Jose Cuervo, Tequila/México.
 
10h30 – Painel “Destinos Turísticos Inteligentes” – Mediação: Danielle Fernandes Costa Machado - Professora e Coordenadora do curso de Turismo da UFMG. Participantes: Max Oliveira – Cofundador e CEO da Max Milhas, Federico de Arteaga Vidiella, Germana Magalhães, do SEBRAE Nacional, e Rafael Sette Camara, do 360 Meridianos.
 
12h – Almoço
 
13h30 às 18h – Workshop ministrado por Danielle Machado. A dinâmica abordará o e-turismo e a inovação no marketing de destinos turísticos inteligentes.
 
SERVIÇO:
 
SEMINÁRIO CIDADES E DESTINOS TURÍSTICOS INTELIGENTES
Data: 20 e 21 de setembro, com início às 8h30 nas duas datas
Local: Auditório JK da Prefeitura de Belo Horizonte (Avenida Afonso Pena, 1212)
Mais informações: www.futurismobelohorizonte.com.br

 
OBS.: A imprensa está convidada a participar de toda a programação.
 
MINI-CURRÍCULO DOS PALESTRANTES E MEDIADORES:
 
Jorge Pérez Jaramillo
Residente de Medellín, Colômbia, trabalha em seu estúdio como arquiteto e planejador desde 1987. Atuou como Diretor de Planejamento de Medellín entre 2012 e 2015 e como Prefeito Interino em maio de 2013, liderando o novo Plano de Uso e Ocupação do Solo (2014-2027), foi responsável pela evolução urbana de Medellín, agraciada com inúmeras premiações pelos resultados alcançados. Jorge tem vasta experiência como arquiteto, focado em concursos, edifícios e espaços públicos, habitação social e infraestruturas urbanas. Seu trabalho foi premiado nacional e internacionalmente em concursos e bienais de arte. Sua atividade inclui consultorias, conferências, cursos, fóruns e jurados em várias partes do mundo.
 
Stella Hiroki
Começou seu interesse por Cultura, Mídias e Cidade durante a graduação em Midialogia e intercâmbio no departamento de Cinema na Sobornne Nouvelle Paris 3, França. Aperfeiçoou sua carreira em empreendedorismo quando foi trainee da empresa de turismo CVC e sua docência, ao lecionar no SENAC-SP. Sua pesquisa de Doutorado em Tecnologia e Design na PUC-SP a levou a pesquisar Inovação e Smart City em Cingapura (2015) e depois, Gênero, Tecnologia e Smart City em Dublin/Irlanda (2017). Stella aborda, em suas palestras, temas como Tecnologia, Inovação, Gênero, Criatividade e Cultura. Assim, busca inspirar pessoas para Cidades mais Inteligentes.
 
Thaís Nahas
Consultora em Inovação Urbana; Idealizadora e Gestora do Laboratório de Inovação Urbana de Florianópolis, um projeto da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF) e a Prefeitura Municipal de Florianópolis; Consultora do Programa Cidades Inteligentes da ACATE; Colunista sobre Cidades Inteligentes no portal SC Inova; Integrante do Cluster de Smart Cities do estado de Santa Catarina.
 
Bráulio Magalhães Fonseca
Professor-adjunto e vice-chefe do Departamento de Cartografia do IGC/UFMG. Possui doutorado, mestrado e bacharelado em Geografia, com ênfase em Cartografia, Topografia e Geoprocessamento. Participou do Conselho Consultivo da Frente Nacional de Prefeitos e desenvolve projetos de extensão universitária para auxiliar os municípios na construção e gestão da Cartografia Cadastral Municipal. Recentemente tem trabalhado também com pesquisa e desenvolvimento na área de mapeamento com a utilização de veículos aéreos não tripulados VANTs/Drones/RPAS.
 
Federico de Arteaga Vidiella
Executivo com 30 anos de experiência em planejamento e gestão, especialista em cidades inteligentes e destinos sustentáveis. Membro de conselhos diretivos em organizações multinacionais no financiamento de projetos e iniciativas comerciais, sociais e de fidelização, desenvolvimento de equipes de trabalho descentralizadas voltadas para a eficácia e produtividade através de sistemas de relacionamentos. Atualmente é Diretor do Grupo JB - José Cuervo e responsável pelo processo de desenvolvimento do Destino Tequila no México como Cidade e Destino Inteligente.
 
Danielle Fernandes Costa Machado
Graduada em Turismo pela UFMG, especialista em Gestão Estratégica e Mercadológica e mestre em Administração com ênfase em Marketing pela UFMG (FACE) e doutora em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Danielle Fernandes é professora e coordenadora do curso de Bacharelado em Turismo da UFMG. Suas pesquisas estão focadas em temas como marketing de destinos, inovação em serviços turísticos e mídias sociais.
 
Max Oliveira
CEO e cofundador da Max Milhas, empresa que oferece passagens econômicas, conectando quem quer viajar a quem tem milhas para vender é formado em Engenharia Industrial pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui dentre suas experiências trabalhos com consultorias e grandes empresas nacionais. Hoje, a Max Milhas já vendeu mais de um milhão de passagens aéreas com desconto, por meio da compra e venda de pontos de milhagem e se tornou uma das startups de maior sucesso em Belo Horizonte e motivo de inspiração para diversos empreendedores.
 
Germana Magalhães
Graduada em Turismo pela Universidade de Fortaleza, Pós graduada em Marketing com ênfase em Gestão em Negócios pela ESPM e Gestão Empreendedora pela Faculdade Educacional da Lapa – FAEL.  No Sebrae Nacional compõe a equipe de turismo desde 2004, exercendo as atividade de coordenação nacional de turismo de 2004 a 2012, coordenação nacional de alimentação fora do lar de 2012 a 2016 e  atualmente atua na Unidade de Competitividade na coordenação nacional do macrossegmento de turismo com a  implementação da estratégia de destinos turísticos Inteligentes.
 
Rafael Sette Câmara

Sócio e um dos fundadores do 360meridianos, um site de viagens independente e focado no público jovem. É graduado em Comunicação Social pela UFMG, com habilitações em jornalismo e Radio e TV. Já morou e trabalhou na Índia, fez intercâmbio na Argentina e longos mochilões por vários continentes, incluindo uma viagem de volta ao mundo.