Comtur-BH promove sua 6ª reunião ordinária na sede da PBH

tags

Segunda-feira, 22 Abril, 2019

por: Ascom

Durante o encontro, foram apresentadas as ações planejadas para a Candidatura de Belo Horizonte a Cidade Criativa da Unesco pela Gastronomia

Acervo Belotur

Membros do Conselho Municipal de Cultura de Belo Horizonte (Comtur-BH) se reuniram, nesta quarta-feira (17/04), na sede da Prefeitura de Belo Horizonte, para a sua 6ª reunião ordinária. Na ocasião, foi apresentado o relatório geral do Carnaval de Belo Horizonte 2019, os resultados da Pesquisa de Demanda Turística de Belo Horizonte 2018 e as ações planejadas para a Candidatura de Belo Horizonte à Cidade Criativa da Unesco pela Gastronomia.  

O encontro foi iniciado com uma fala do presidente do Comtur-BH e da Belotur, Gilberto Castro. Em sua primeira reunião no posto, Gilberto iniciou os trabalhos destacando o legado de Dona Lucinha, um dos maiores nomes da gastronomia mineira, que faleceu no último dia 9. Em seguida, apresentou as diretrizes que serão desenvolvidas em sua gestão na Belotur, que tem como eixos os seguintes tópicos: Eventos, Inovação, Promoção e Marketing, Estruturação Turística e Fortalecimento Institucional.
 
Marah Costa, diretora de eventos da Belotur, deu prosseguimento à reunião e apresentou os resultados do Carnaval de Belo Horizonte 2019. Algumas das ações desenvolvidas durante a festa foram destacadas, além da pesquisa de perfil dos foliões, que apontou os avanços e desafios que a Prefeitura de Belo Horizonte espera para a edição do ano que vem.
 
O segundo tópico a ser tratado foi a Pesquisa de Demanda Turística de Belo Horizonte 2018, que não era aplicada na capital há dezessete anos. Os resultados são ferramentas para que o trade turístico entenda o público que visita a cidade e identifique as oportunidades a serem exploradas a partir do diagnóstico.
 
Por fim, Ana Gabriela Baêta, gerente de Marketing Turístico da Belotur, apresentou o andamento da Candidatura de Belo Horizonte à rede de Cidades Criativas da Unesco pela Gastronomia. Foram discutidos assuntos como a criação do Grupo Temático de Gastronomia e o cronograma de ações.

REDE CIDADES CRIATIVAS DA UNESCO
 
A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Belotur, lançou, em outubro de 2018, a candidatura de Belo Horizonte como Cidade Criativa da Unesco pela Gastronomia. Dessa forma, várias ações voltadas à gastronomia estão sendo criadas e incentivadas e vão compor um dossiê que será apresentado em julho à organização.
 
Desde 2004, a Rede de Cidades Criativas da UNESCO ressalta a criatividade de seus membros dentro de sete áreas temáticas: Artesanato e Artes Folclóricas, Design, Cinema, Gastronomia, Literatura, Artes Midiáticas e Música. Atualmente, conta com um total de 180 cidades em 72 países, oito delas no Brasil: Belém (PA), Florianópolis (SC) e Paraty (RJ), no campo da gastronomia; Brasília (DF) e Curitiba (PR), no do design; João Pessoa (PB), em artesanato e artes folclóricas; Salvador (BA), na música; e Santos (SP), no cinema.
 
O programa tem o objetivo de promover a cooperação internacional entre cidades que investem na cultura e na criatividade como fatores de estímulo ao desenvolvimento sustentável. Para integrar a rede, a cidade deve preparar um plano de desenvolvimento no campo criativo em que a cidade se candidatou. O processo de seleção é feito por dois comitês: um técnico, com representação em cada categoria, designado pela UNESCO; e um comitê de representantes das cidades já integrantes da Rede, em cada categoria.