Panorama

Encontro de negócios no Expominas (Foto: Henry Yu - Acervo Belotur)

Encontro de negócios no Expominas (Foto: Henry Yu - Acervo Belotur)

Belo Horizonte, expoente  do planejamento urbano brasileiro, é uma metrópole jovem, que dialoga com a tradição e a modernidade, oferecendo aos moradores e visitantes uma completa infraestrutura urbana.

A capital mineira vem se destacando no cenário do Turismo de Negócios e Eventos, que se desenvolve como um econômico dinâmico devido à sua capacidade de geração de emprego e renda. A constante inovação e qualidade na prestação de serviços, variedade de atrativos, lazer e entretenimento, junto à posição geográfica privilegiada no mapa brasileiro (a cidade está a 434 km do Rio de Janeiro e a 586 km de São Paulo - as duas principais cidades do Brasil- e a 716 km da capital, Brasília) possibilitam um diferencial competitivo ao destino.

Com área de influência de 5 milhões de habitantes e uma economia predominantemente centrada no setor terciário, responsável por 86% da arrecadação do município, BH se transformou no principal polo de atração e difusão de produção econômica não industrial da região central do Sudeste, a partir da expansão de atividades movidas pela criatividade,  inovação,  alta tecnologia e produção de bens e serviços.

A cidade sempre teve destaque no panorama brasileiro no que se refere à arquitetura, ao artesanato, à música, à dança, artes plásticas, à gastronomia, à produção de moda e design de móveis e, em tempos de economia criativa, também no desenvolvimento de tecnologias de informação, comunicação e startups, biotecnologia, saúde e excelência médica, cervejas artesanais e design. Inúmeras empresas nasceram na região e trouxeram fama nacional e internacional para suas marcas e criadores.

Belo Horizonte figura entre os 25 melhores destinos da America Latina para se fazer negócios, e o quarto destino nacional, de acordo com o estudo anual elaborado pela America Economia Intelligence. Este ranking leva em conta índices como o capital humano, dinamismo econômico, infraestrutura e conectividade, marco político e social, bem como sustentabilidade. Sua região metropolitana, formada por 34 municípios, é a sétima maior da América Latina.

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves –BH Airport –se tornou um importante “hub” da malha aérea brasileira.O aeroporto tem voos diários para os principais destinos do país e voos diretos para as Américas e Europa, operados por companhias nacionais e internacionais. Para os próximos anos está previsto aimplantação da Aerotrópole Belo Horizonte em seu entorno. Já o Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha, tem ampla estrutura, recebendo voos nacionais e regionais – cobrindo as principais cidades-polo do interior mineiro – e está localizado a apenas 8 km do centro da cidade.

Além disso, Belo Horizonte conta com uma excelente infraestrutura para a atração de encontros de negócios e eventos, sejam eles de pequeno, médio ou grande porte. A realização de eventos tem conquistado cada vez mais espaço como atrativo de Belo Horizonte com o número crescente de congressos, feiras, eventos técnico-científicos e exposições. Os principais setores envolvidos são: agronegócios, cultura, ciências exatas, ciências médicas, ciências sociais, engenharias, esportes, gastronomia, moda e tecnologia.

A capital mineira desempenha papel fundamental para manter o Brasil bem posicionado no Ranking Mundial de Eventos Internacionais da ICCA (International Congress and Conference Association), entidade que mede a participação dos destinos na captação de eventos internacionais. Em 2014 manteve a 6ª colocação no ranking nacional. 

Por ter sido uma das cidades sede da Copa do Mundo FIFA 2014 e da Copa das Confederações em 2013, recebeu novos investimentos, entre eles a melhoria da mobilidade urbana, a construção de novos hotéis e espaços para realização de eventos. O maior evento esportivo do mundo trouxe para a capital de Minas Gerais uma agenda internacional intensa que fortalece os elos da cadeia produtiva do turismo de negócios na capital.

Aerotrópole - A implantação da Aerotrópole Belo Horizonte em torno do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN), em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), é a grande estratégia do governo estadual para a atração de novos investimentos para a região e o fomento de um bom ambiente de negócios. 

Projeção do Aerotrópole

Projeção do Aerotrópole

O turismo de negócios é apontado como uma das vocações econômicas da capital. Empresários do setor enxergam na constituição da Aerotrópole a mola propulsora capaz de elevar, definitivamente, Belo Horizonte à categoria de cidade internacionalizada.

A área tem um raio de 25 quilômetros em torno do aeroporto e cinco quilômetros em cada margem do rodoanel. O objetivo é que seja possível o deslocamento de qualquer ponto da aerotrópole ao aeroporto em 35 minutos. Os primeiros empreendimentos já entregaram os projetos executivos e alguns, como os hotéis, já começaram a operar. A inclusão de investimentos e negócios do setor aéreo e aeroespacial no plano de negócios do Vetor Norte da Capital impulsionou e deve continuar alavancando a implantação da aerotrópole. 

Rede Hoteleira - Para atender demanda latente e com a indução da Copa do Mundo FIFA 2014, houve uma forte expansãoda rede hoteleira em Belo Horizonte e na região situada dentro de até 80 km da capital. 

Os novos hotéis da capital disponibilizam espaços para eventose tarifas competitivas. Com o renovado parque hoteleiro, Belo Horizonte conta com redes internacionais e mais de 160 empreendimentos entre hotéis, apart-hotéis, pousadas e albergues, disponibilizando mais de 31 mil leitos. 

Minascentro (Foto: Acervo Minascentro)

Minascentro (Foto: Divulgação Minascentro)

Eventos em BH - Belo Horizonte possui uma excelente infraestrutura para receber eventos de todos os portes. São centenas de espaços para a realização de eventos entre pavilhões de feiras e exposições, centros de convenções, auditórios, espaços em hotéis, arenas multiuso, centros esportivos, museus, dentre outros.

Seus principais espaços para eventos e convenções estão entre os maiores e mais bem equipados do país. O Expominas é um dos mais modernos. Com capacidade para 45 mil pessoas e estacionamento para 2.100 veículos, é o único centro de convenções da América Latina ligado diretamente a uma estação de metrô e o único do país a oferecer climatização e tratamento acústico em todos os ambientes. O Minascentro possui diversificada infraestrutura, o que permite sediar eventos de diversos formatos e dimensões. São oito auditórios, com capacidade total de 3.100 lugares, dezoito salas de apoio e capacidade total para 10 mil pessoas.

Além dos negócios

Cercada pela Serra do Curral, Belo Horizonte possui diversos parques, museus, centros culturais, casas de shows. A vida cultural da capital é uma atração à parte. Os festivais gastronômicos movimentam, anualmente, a noite boêmia da capital. Cerca de 18,6 mil bares e restaurantes oferecem ao visitante a oportunidade de desfrutar da tradicional gastronomia mineira, reconhecida mundialmente por sua originalidade e tempero.  Para as compras, o destaque fica por conta do Mercado Central - com cerca de 400 lojas - e dos polos de moda do Barro Preto, Prado e Lourdes, além da Savassi.

A arquitetura de Oscar Niemeyer, os renomados grupos de dança, teatro e música, as cervejas artesanais, o famoso queijo mineiro, o rico artesanato de madeira, metal, pedras, fibras naturais e outros materiais, além da proximidade com cidades históricas e o íntimo contato com a natureza fazem da encantadora capital mineira o lugar ideal para quem quer conhecer e vivenciar o melhor da cultura brasileira.