Parque Estadual Serra do Rola Moça

Foto: Evandro Rodney

O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça é uma das mais importantes áreas verdes do Estado. Situado na região metropolitana de Belo Horizonte, é o terceiro maior parque em área urbana do país e abriga alguns dos mananciais que abastecem a capital e sua região metropolitana, bem como os campos ferruginosos, uma bela e rara vegetação que se destaca pela ocorrência de espécias endêmicas.  A unidade de conservação está localizada nos municípios de Belo Horizonte, Nova Lima, Ibirité e Brumadinho. Os 4006,51 hectares do Parque Estadual da Serra do Rola-Moça são habitat natural de espécies da fauna ameaçadas de extinção como a onça parda, a jaguatirica, lobo-guará, o gato-do-mato, o macuco e o veado campeiro.
 
O nome do Parque foi contado em "causo" e imortalizado por Mário de Andrade em um poema que relata a história de um casal que, logo após a cerimônia de casamento, cruzou a Serra de volta para casa. No caminho, o cavalo da moça escorregou no cascalho e caiu no fundo do grotão. O marido, desesperado, esporou seu cavalo ribanceira abaixo e "a Serra do Rola-Moça, Rola-Moça se chamou".


Endereço: Avenida Montreal, s/nº - Nova Lima
Complemento: Jardim Canadá

Telefone: 31 3581-3782

Site: http:////goo.gl/nDL4aq
E-mail: perolamoca@meioambiente.mg.gov.br
Horário de Funcionamento: Diariamente das 8h às 17h

Informações Adicionais:

 
A entrada no parque é gratuita
 
É possivel fazer trilhas, circuito ciclístico, observação da natureza e turismo fotógrafico. 
 
O Parque não possui área de camping e a visitação deve ser feita no período diurno.
 
Como chegar: Saindo de Belo Horizonte, pegar a BR- 040 no sentido Rio de Janeiro. Entrar à direita no Posto Chefão, segunda rua à direita (Montreal), no bairro Jardim Canadá. Prosseguir até a portaria principal do parque. A distância do Posto Chefão ao parque é de cerca de 3 km, em estrada de terra.
 
As pessoas que desejarem visitar as Unidades de Conservação (UCs) estaduais devem preencher o Termo de Ciência de Risco, no qual declaram estar imunizados contra a doença e cientes dos riscos da visita. O Termo de Ciência de Risco está disponível para download no site do Instituto Estadual de Florestas (IEF), www.ief.mg.gov.br, e também nas portarias das unidades de conservação para as quais a exigência é válida.

Foto: Evandro Rodney

Foto: Evandro Rodney

Javascript is required to view this map.